This content is not available in your region

Venda legal de canábis na Suíça

Access to the comments Comentários
De  euronews
Serão desenvolvidos seis produtos diferentes, quatro sob a forma de flores de canábis secas e dois produtos de haxixe, cada um com níveis diferentes de THC e de canabidiol.
Serão desenvolvidos seis produtos diferentes, quatro sob a forma de flores de canábis secas e dois produtos de haxixe, cada um com níveis diferentes de THC e de canabidiol.   -   Direitos de autor  EBU   -  

A partir de 15 de setembro vai ser possível comprar canábis não medicinal, legalmente, na Suíça.

O projeto-piloto será posto em prática no cantão Basileia-Stadt e vai envolver 370 pessoas ao longo de dois anos.

O consumo da droga é generalizado, no país, e o mercado negro está a florescer, de acordo com o Gabinete Federal de Saúde Pública.

"Não temos qualquer controlo sobre a qualidade dos produtos de canábis. Não temos qualquer contacto com os utilizadores. O mercado negro está em expansão. A este respeito, a situação é de facto insatisfatória. Tivemos, apenas, de fazer alguma coisa", refere a Chefe do Departamento de Dependência, Universidade de Basileia, Regine Steinauer.

Serão desenvolvidos seis produtos diferentes, quatro sob a forma de flores de canábis secas e dois produtos de haxixe, cada um com níveis diferentes de THC e de canabidiol. A distribuição será feita através de nove farmácias designadas.

Steinauer explica que "A primeira questão a investigar é saber se o consumo muda, se mais é consumido, menos ou na mesma quantidade. Como pergunta complementar, estamos a investigar se o estado mental ou a saúde física muda quando a canábis é consumida a partir das farmácias".

Para serem incluídos no estudo, denominado "Weed Care", os participantes terão de ter mais de 18 anos, ser residentes do cantão e já devem ter consumido canábis.