Presidente Lourenço pede novo voto de confiança no MPLA

Access to the comments Comentários
De  João Peseiro Monteiro  & José Kundy
João Lourenço, candidato do MPLA à presidência da República de Angola
João Lourenço, candidato do MPLA à presidência da República de Angola   -   Direitos de autor  LUSA

No último fim de semana de campanha eleitoral em Angola, o partido do governo, o MPLA, realizou o derradeiro comício. O maior partido da oposição, a UNITA espera por segunda-feira para concluir as atividades políticas de massas em Luanda.

Foi também nos arredores da capital angolana, no mesmo local onde arrancou a campanha eleitoral, que o MPLA mobilizou os seus apoiantes, este sábado. De acordo com o partido que governa Angola há 47 anos, cerca de 600 mil pessoas assistiram ao discurso de João Lourenço, que luta por um segundo mandato consecutivo de cinco anos.

“Nós demonstrámos, que por tudo o que este executivo fez nesses cinco anos, com metade desse mesmo período a conviver com uma pandemia tão grande quanto foi a Covid-19, mesmo assim fizemos tudo o que o povo angolano viu nascer neste mandato, isso só tem um significado, o MPLA é um partido sério” - lançou o presidente no derradeiro apelo ao voto.

Foi um discurso no qual o presidente João Lourenço elencou a atividade governativa dos últimos cinco anos sem um ataque ao adversário mais direto.