This content is not available in your region

Boris Johnson fez visita surpresa a Kiev

Access to the comments Comentários
De  Luis Guita  & Euronews
Boris Johnson and Volodymyr Zelenskyy, Kiev
Boris Johnson and Volodymyr Zelenskyy, Kiev   -   Direitos de autor  Andrew Kravchenko/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved   -  

Primeiro-ministro britânico fez uma visita surpresa a Kiev para assinalar o Dia da Independência da Ucrânia.

Boris Johnson encontrou-se com o Presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskyy, para anunciar pessoalmente a entrega de um pacote adicional de 64 milhões de euros em drones e mísseis.

Através de Twitter, Boris Johnson enviou uma mensagem ao povo ucraniano dizendo: "A Ucrânia pode e vai ganhar a guerra."

"A Rússia expandiu o seu domínio sobre partes da Ucrânia. Quando a guerra começou, ocupava cerca de 8% da Ucrânia, hoje esse número é de cerca de 20%. Expandiu o seu domínio a leste, tendo também ocupado territórios muito importantes no sul. No entanto, a Ucrânia continua forte. A Ucrânia tem-se mostrado muito resistente, conseguiu consolidar o apoio internacional e, actualmente, ainda existe um forte sentimento entre os ucranianos de que, pelo menos, acabarão por vencer. Por isso, agora está realmente a transformar-se num teste de força e resiliência para ver quem será capaz de resistir mais tempo," afirmou o editor do serviço Ucrânia do Conselho Atlântico, Peter Dickinson.

Mas, se a bandeira ucraniana voa orgulhosamente sobre o monumento da pátria em Kiev, é sobretudo graças à ajuda económica e militar do Ocidente.

O Presidente dos EUA, Joe Biden, anunciou um novo pacote de quase 3 mil milhões de dólares, elevando para mais de 13,5 mil milhões de dólares o montante que deu à Ucrânia desde o início do conflito.