Inundações no Paquistão deixam mais de mil mortos

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Inundações no Paquistão
Inundações no Paquistão   -   Direitos de autor  Asim Tanveer/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.

No Paquistão, mais de mil pesssoas morreram e milhões foram afetadas pelas inundações, causadas pelas monções, que atingem o país desde Junho e que continuam a não dar descanso às autoridades.

A chuva continua a cair em várias zonas do país e obrigou as autoridades a retirar, este sábado, milhares de pessoas das localidades de risco. A intervenção aconteceu especialmente nas zonas próximas do rio Cabul, que atravessa o noroeste do país, e cujo caudal aumentou muito nas últimas horas.

Um cidadão conta que "as águas das cheias entraram na zona onde vive e que veio para este local para se salvar a si e ao gado". Acrescentou que "os filhos estão em casa, num telhado, e que vai buscá-los depois de arranjar as tendas".

Já outro habitante relembra que este é "o mesmo tipo de inundação que atingiu esta área no passado". Já nessa altura, recorda, as casas foram destruídas e, mais tarde, as ONG recontruiram-nas. O cidadão acrescenta que “desta vez, uma vez mais, os quartos firam submersos e foram destruídos” e que só se conseguiram salvar a eles mesmos.

De acordo com o governo paquistanês, um em cada sete cidadãos foram afetados por esta catástrofe natural e mais de um milhão de casas foram destruídas ou severamente danificadas.

O Paquistão está entre os dez países do mundo mais atingidos pelas alterações climáticas.