This content is not available in your region

O último adeus a Mikhail Gorbachev

Access to the comments Comentários
De  Bruno Sousa
O último adeus a Mikhail Gorbachev
O último adeus a Mikhail Gorbachev   -   Direitos de autor  Maxim Shipenkov/AP   -  

O último adeus ao último líder da União Soviética, Mikhail Gorbachev foi sepultado este sábado em Moscovo sem honras de Estado e sem chefe de Estado. Vladimir Putin justificou a ausência nas cerimónias fúnebres com a agenda preenchida.

O exemplo do Presidente não foi seguido por milhares de russos que fizeram questão de se despedir do antigo líder.

O único líder estrangeiro a marcar presença nas cerimónias fúnebres foi o primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán. Os restantes fizeram-se representar pelas delegações diplomáticas devido ao isolamento imposto à Rússia pela guerra em curso na Ucrânia.

Apesar da presença de milhares de russos, numa rara manifestação popular desde o início da guerra, a figura de Gorbachev está longe de ser consensual no país.

O Prémio Nobel da Paz em 1990 é acusado de ter levado o país à pobreza com o desmantelamento da União Soviética, momento que já foi descrito por Vladimir Putin como a maior catástrofe geopolítica do século passado.