This content is not available in your region

ONU lança fundo para apoiar educação de crianças vulneráveis

Access to the comments Comentários
De  Euronews
António Guterres, secretário-geral da ONU, em visita a crianças vulneráveis
António Guterres, secretário-geral da ONU, em visita a crianças vulneráveis   -   Direitos de autor  AP/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.   -  

Mecanismo Financeiro Internacional para a Educação. Este é o nome do novo fundo financeiro apresentado pelas Nações Unidas (ONU), este sábado, em conjunto com vários parceiros, com o objetivo de apoiar a educação das crianças vulneráveis em todo o mundo. O mecanismo terá um financiamento inicial de 2 mil milhões de dólares, que poderá atingir os 10 mil milhões até 2030.

António Guterres, secretário-geral das Nações Unidas, deu mais pormenores sobre o fundo e recordou que este mecanismo não é algo novo.

"O mecanismo tem como objetivo obter financiamento para países de baixo e médio rendimento, que acolhem metade das crianças do mundo e a maioria das crianças deslocadas e refugiadas. Este não é um fundo novo, mas sim um mecanismo para aumentar os recursos disponíveis para os bancos multilaterais, a fim de fornecer financiamento à educação a baixo custo", explicou o responsável.

António Guterres falava, em Nova Iorque, ao lado deGordon Brown, antigo primeiro-ministro britânico e enviado da ONU para a Educação Global, que também se pronunciou.

“O mecanismo baseia-se em garantias que foram dadas pelos países ricos aos países que querem investir na educação para o futuro”, salientou Gordon Brown.

Este projeto está a ser desenvolvido há vários anos e o financiamento provém de uma combinação de subvenções de doadores e também garantias estatais. As Nações Unidas salientaram que o mecanismo irá multiplicar por sete cada dólar investido, em comparação com a ajuda dita tradicional.

De acordo com a ONU, este apoio será utilizado para fazer face à atual crise na área da educação e às desigualdades crescentes que se fazem sentir neste domínio, exacerbadas, nos últimos anos, pela Covid-19, alterações climáticas e conflitos em todo o mundo.

O fundo será lançado oficialmente esta segunda-feira, durante a Cimeira para a Transformação da Educação, que tem lugar em Nova Iorque.