Bulgária declara estado de emergência por causa de pressão migratória

Access to the comments Comentários
De  Euronews
É a primeira vez que o país impõe o estado de emergência parcial por causa da pressão migratória
É a primeira vez que o país impõe o estado de emergência parcial por causa da pressão migratória   -   Direitos de autor  Hristo Rusev/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.

A Bulgária decretou o estado de emergência parcial em várias localidades perto da fronteira com a Turquia. Em causa está a pressão migratória crescente no leste do país.

Esta é a primeira vez que o país impõe a medida. O ministro búlgaro da Administração Interna, Ivan Demerdzhiev, diz que a vaga migratória cresce a cada dia que passa: "na maior parte das vezes, cruzam a nossa fronteira com escadas que usam para pular a cerca. Temos feito todos os possíveis e tudo o que é necessário. Não só nós. Contamos com uma assistência ativa da parte turca. Depois das reuniões que tive com o ministro turco do Interior e o ministro grego do Interior, a coordenação está muito melhor, a assistência mútua entre os serviços dos diferentes países é melhor. Já estamos a deter nas instalações uma parte muito maior dos migrantes que querem cruzar a fronteira."

Com esta medida, as autoridades contam fazer reparações em estradas florestais que conduzem aos pontos de passagem e melhorar a coordenação com os países vizinhos.

A polícia e o exército também se poderão deslocar com mais facilidade para a área.

Os guardas florestais já começaram a fazer patrulhas no terreno contra a imigração ilegal.