This content is not available in your region

"Sextas pelo futuro": Jovens pedem mais ação pelo clima

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Figueira
POrmenor da manifestação em Paris
POrmenor da manifestação em Paris   -   Direitos de autor  AFP   -  

Esta sexta-feira, jovens de todo o mundo saíram às ruas para pedir mais ação dos governos e da pessoas pelo meio ambiente, pelo clima e contra as ações que levam às mudanças climáticas, como parte do movimento "sextas-feiras pelo futuro" iniciado por Greta Thunberg. Berlim foi uma das capitaiz onde as vozes pelo clima se fizeram ouvir esta sexta-feira.

Amelie Gerhardt, manifestante presente no protesto berlinense, diz: "Precisamos de proteção do clima agora, porque temos uma crise energética e continuamos dependentes dos combustíveis fósseis. Isso tem tendência para aumentar no futuro, se não forem tomadas medidas agora".

Manifestação em Berlim juntou 36 mil pessoas, segundo os organizadores.

Em Roma, a manifestação ocorreu a apenas dois dias de eleições que podem ditar uma viragem à direita e uma mudança nas políticas climáticas.

Diz Edoardo Cascino, ativista presente na manifestação: "Como vimos nos programas eleitorais, o clima e a sua salvaguarda são muito pouco referidos. O que queremos é a realização de uma transição ecológica completa".

Em Lisboa, centenas de jovens juntaram-se no centro da cidade para gritar palavras de ordem como "não há planeta B" e para pedir políticas mais firmes para limitar a utilização e a dependência dos combustíveis fósseis.

Em França, foram organizadas marchas em várias cidades, nomeadamente na capital, Paris. As marchas e greves às aulas do movimento "sextas-feiras pelo futuro" foram iniciadas por Greta Thunberg na Suécia, em 2018, e desde então já mobilizaram milhões de jovens em todo o mundo.