This content is not available in your region

Super-tufão atravessa Filipinas

Access to the comments Comentários
De  euronews
Milhares de pessoas receberam ordem para sair de casa
Milhares de pessoas receberam ordem para sair de casa   -   Direitos de autor  Aaron Favila/AP   -  

Chegou este domingo às Filipinas o super-tufão Noru. Registam-se já ventos de 195 quilómetros por hora e há condições para a velocidade aumentar ainda mais. O arquipélago está praticamente isolado. Dezenas de voos foram cancelados. Foi dada ordem aos camiões e autocarros para pararem. Embarcações também não podem sair dos portos.

Com a força do vento, crescem os receios de uma devastação generalizada. O olho do furacão deverá passar a uns escassos 40 ou 50 quilómetros de Manila, onde vivem 13 milhões de pessoas. Várias províncias, incluindo a capital, suspenderam as aulas e o trabalho até segunda-feira. A polícia pediu à população para cumprir as ordens de evacuação.

"Os efeitos combinados da vaga de tempestades e das ondas altas que quebram ao longo da costa podem causar inundações ou cheias que ameaçam a vida e são prejudiciais", advertiu a agência meteorológica nacional.

O Noru é o tufão mais forte registado no país este ano, de acordo com os metereologistas. Isto apesar das Filipinas estarem no chamado Anel de Fogo no Pacífico e ser atingida por 20 tufões todos os anos.

Prevê-se que o fenómeno atravesse a ilha principal de Luzon durante a noite e entre no Mar do Sul da China na segunda-feira.