Pelo menos 21 mortos e a maioria do sexo feminino num atentado suicida em Cabul

Access to the comments Comentários
De  euronews
Mulher mostra a foto de uma jovem de 19 anos morta no atentado
Mulher mostra a foto de uma jovem de 19 anos morta no atentado   -   Direitos de autor  AP Photo/Ebrahim Noroozi

Um atentado suicida, ocorrido esta sexta-feira em Cabul, provocou pelo menos 24 mortos e mais de 30 feridos, revelou a missão de assistência das Nações Unidas no Afeganistão.

De acordo com as autoridades talibãs, que controlam o país desde agosto do ano passado, o ataque ocorreu num centro de formação e a maioria das vítimas são do sexo feminino.

Uma testemunha contou que cerca de 600 estudantes estariam num salão para realizar exames universitários quando um bombista entrou no espaço após alvejar dois guardas e fez-se explodir.

A maioria das vítimas são do sexo feminino porque era o grupo em maior número na zona por onde entrou o bombista, explicou outra testemunha.

O atentado aconteceu na zona ocidental da capital do Afeganistão, de predominância xiita e onde reside a comunidade Hazara.

Até ao final desta sexta-feira o atentado não tinha ainda sido reivindicado, no entanto, o Daesh, o principal rival dos talibãs, tem visado as minorias no Afeganistão, em especial no distrito de Dashti Barchi, onde ocorreu este novo ataque.