This content is not available in your region

Extrema-direita internacional apoia o Vox

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Santiago Abascal
Santiago Abascal   -   Direitos de autor  صورة أ ف ب   -  

Santiago Abascal, o líder do Vox, encerrou este domingo o evento anual do partido espanhol de extrema-direita com mensagens de apoio de aliados internacionais, como Giorgia Meloni, Donald Trump e Viktor Orbán.

No encontro em Madrid, que segundo a organização juntou mais de 10 mil pessoas, qualificou a atual situação política de Espanha como “grave” e disse que o país está “à beira do abismo”.

“A pilhagem fiscal aumenta ao mesmo tempo que diminui o poder de compra das famílias, os salários muitas vezes são insuficientes para pagar os produtos mais básicos. Os empregos são cada vez mais precários e escassos devido à concorrência desleal de produtos que vêm do exterior e que não respeitam a mesma legislação que nós”, declarou Abascal.

Na sua mensagem de apoio, a primeira-ministra de Itália defendeu uma _“Europa pragmática que persegue a transição ambiental sem destruir o tecido produtivo e sem se entregar à China; que acolhe quem chega legalmente de outros países para trabalhar e protege as fronteiras externas contra a imigração ilegal; que investe na natalidade e defende a liberdade na educação e o papel social da família_”.

O primeiro-ministro húngaro falou de "milhões de imigrantes estrangeiros que inundam as fronteiras da Europa” e Donald Trump deu os parabéns a Abascal por um “trabalho extraordinário” em defesa “das fronteiras e de uma agenda conservadora”.