This content is not available in your region

Trânsito restabelecido na ponte que liga a Crimeia à Rússia continental

Access to the comments Comentários
De  Euronews
AP photo
AP photo   -   Direitos de autor  AP/Russian Investigative Committee   -  

Centenas as pessoas ficaram durante horas em filas na ponte Kerch, que liga a Península da Crimeia à Rússia continental, e que foi parcialmente destruída este sábado por uma explosão.

A linha ferroviária e a estrada ficaram inutilizadas durante horas mas o transito já flui, de acordo com a Rússia.

A ponte é essencial para o abastecimento militar das tropas russas que atuam no sul da Ucrânia, numa altura em que Kiev recupera muitos quilómetros quadrados ocupados pelo Kremlin.

Para mostrar que o ataque em nada afetou, a Rússia partilhou imagens que mostram comboios a usar a linha ferroviária que ainda há horas estava destruída.

As autoridades russas confirmaram que a explosão foi provocada por um camião-bomba mas nada mais foi esclarecido.

"Um dia de sol com exceção da Crimeia"

A Ucrânia não assumiu a responsabilidade pelo ataque, mas Volodymyr Zelenskyy falou sobre o incidente. 

Na mensagem que emite diariamente, o presidente ucraniano afirmou que em toda a Ucrânia o sábado foi "um dia de sol, com exceção da Crimeia, que teve um dia nublado". 

Zelenskyy disse ainda que não importa que haja nuvens, porque no fim da linha os ucranianos sabem que o futuro "é um futuro de muito sol", um futuro "sem ocupantes, em particular na Crimeia".