This content is not available in your region

25 mortos em deslizamentos de terras na Venezuela

Access to the comments Comentários
De  euronews
 Mais de mil operacionais estão envolvidos nas operações, ajudados por drones e unidades caninas.
Mais de mil operacionais estão envolvidos nas operações, ajudados por drones e unidades caninas.   -   Direitos de autor  Matias Delacroix/AP   -  

Chuvas torrenciais e consequentes inundações e deslizamentos de terras fizeram pelo menos 25 mortos em Las Tejerías, a 70 quilómetros a sudoeste de Caracas, a capital da Venezuela.

De acordo com o mais recente balanço das autoridades do estado venezuelano de Arágua, mais de 52 pessoas estão dadas como desaparecidas após cinco rios da região terem galgado as margens.

As autoridades do país ativaram as forças especiais de busca e salvamento. Mais de mil operacionais estão envolvidos nas operações, ajudados por drones e unidades caninas.

Na rede social Twitter, o presidente Nicolás Maduro escreveu: "Perante a difícil e dolorosa situação causada pelas fortes chuvas em Las Tejerías, ordenei à vice-presidente, Delcy Rodríguez, ao gabinete social e a todos os órgãos de segurança, o máximo desdobramento para o atendimento integral das pessoas. "Não estão sós!"

Entre as vítimas mortais estão dois portugueses. De acordo com o cônsul honorário de Portugal em Los Teques, Pedro Gonçalves, os dois cidadãos (um homem e uma mulher) foram arrastados pela torrente de água e de lama.

As fortes chuvas causadas pelo fenómeno meteorológico La Niña estão a causar estragos na região.

O La Niña é um fenómeno meteorológico que ocorre naturalmente, que envolve um arrefecimento do Oceano Pacífico e que geralmente traz condições mais húmidas para a Ásia, África e América Latina.