This content is not available in your region

Hungria aposta na Defesa

Access to the comments Comentários
De  euronews
Budapeste
Budapeste   -   Direitos de autor  Szilard Koszticsak/MTI - Media Service Support and Asset Management Fund   -  

O primeiro-ministro húngaro alertou, este sábado, para "sérios perigos" nas fronteiras do país.

O alerta de Viktor Orbán surgiu num discurso, em Budapeste, durante a cerimónia de posse de novos voluntários do exército e a entrega do primeiro veículo de combate Lynx construído na Alemanha.

Desde 2016 que a Hungria vem investindo no desenvolvimento das Forças de Defesa, que inclui o recrutamento de mais tropas e a compra de novos equipamentos.

Orbán afirma que o país enfrenta um enorme perigo pois "no leste, os canhões trovejam e a guerra continua, e no oeste, uma quantidade incontável de armas flui para a frente. Como se isso não bastasse, a Europa está sitiada por dezenas, centenas de milhares de imigrantes ilegais. Nas fronteiras do sul, grupos armados estão a vagar pelos campos".

Estima-se que este ano o investimento da Hungria na defesa nacional deva exceder 1,7% do Produto Interno Bruto, um valor recorde, mas que se aproxima da meta de 2% da NATO.

O Executivo pretende ter, em 2028, 30.000 soldados ativos.