This content is not available in your region

Líderes finlandeses apoiam vedação na fronteira russa

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Espetro de migração em larga escala ganhou dimensão desde que Putin anunciou mobilização para a Ucrânia
Espetro de migração em larga escala ganhou dimensão desde que Putin anunciou mobilização para a Ucrânia   -   Direitos de autor  AFP   -  

Aumenta cada vez mais o apoio à proposta da guarda-fronteiriça da Finlândia que pretende a construção de uma vedação ao longo da fronteira com a Rússia. Desta feita, foram os líderes dos principais partidos finlandeses a defender a medida, que implica erguer uma barreira parcial, cobrindo uma extensão de 130 a 260 quilómetros.

Recorde-se que, no total, a fronteira da Finlândia com a Rússia estende-se por 1340 quilómetros, o que configura a maior linha de demarcação de toda a União Europeia.

A primeira-ministra Sanna Marin afirma que quer garantir o apoio às forças fronteiriças, para que possam "conduzir um controlo eficaz" e para que estejam "preparadas para situações extremas".

O espetro de uma migração em larga escala ganhou maior dimensão desde que Vladimir Putin anunciou a mobilização de reservistas para a Ucrânia. Os números de entrada de cidadãos russos na Finlândia começaram a multiplicar-se por oito. 

A construção pode demorar entre três e quatro anos, mas a decisão final só deverá ser tomada após as eleições legislativas, em abril do próximo ano.