Rede energética e infraestruturas foram o alvo dos mísseis russos

Access to the comments Comentários
De  Luis Guita  com AFP, EBU
Ucrânia
Ucrânia   -   Direitos de autor  AFP

Autoridades ucranianas relataram um ataque maciço de mísseis russos por todo o país,

Os alvos foram a rede de abastecimento energético e as infraestruturas da Ucrânia.

As defesas aéreas abateram a maioria dos mísseis russos e os ucranianos já trabalham no restabelecimento do fornecimento de energia,

A Ucrânia abateu mais de 60 dos mais de 70 mísseis lançados pela Rússia. 

"Quero agradecer às Forças de Defesa Aérea, aos nossos engenheiros e ao nosso povo. A Defesa Aérea abateu a maioria dos mísseis, os engenheiros já começaram a restaurar a eletricidade. O nosso povo nunca desiste. Glória à Ucrânia," declarou o Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskyy.

Depois de soarem as sirenes de ataque aéreo em Kiev, o Alto Comissário da ONU para os Direitos Humanos, Volker Türk, reuniu-se com representantes da sociedade civil e defensores dos direitos humanos num abrigo subterrâneo.

"Tive de mudar a reunião para este abrigo. Vêem-se colegas da ONU atrás de mim que estão aqui comigo, porque as sirenes foram acionadas. E quando estávamos a ter esta discussão aqui no abrigo, houve uma onda de ataques de mísseis contra a Ucrânia, alguns deles muito próximo de Kiev, " explicou Volker Turk

Por seu lado, o Ministério da Defesa russo divulgou imagens que descreve como equipas de drones em ataques precisos a estações de radar P-18 e 36D6 das Forças Armadas da Ucrânia na região de Kherson.