Canal de televisão russo Dozhd interditado na Letónia

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Nataliya Sindeyeva, diretora do canal russo de televisão, Dozhd, que emitia a partir da Letónia
Nataliya Sindeyeva, diretora do canal russo de televisão, Dozhd, que emitia a partir da Letónia   -   Direitos de autor  Alexander Zemlianichenko/AP

O conselho Nacional dos Meios de Comunicação Eletrónicos da Letónia interditou o canal russo Dozhd no país.

A decisão foi tomada esta manhã, e surge na sequência de inúmeras queixas contra o conteúdo das emissões do canal. O anúncio foi feito pelo responsável deste órgão letão, Ivar Abolins, no Twitter.

Abolins escreveu: "Avaliando a totalidade das violações, a NEPLP estava convencida de que a liderança de Dozhd não compreende e não está consciente do significado e da gravidade das violações, pelo que não pode atuar no território da Letónia", acrescentando:   "as leis da Letónia devem ser observadas e respeitadas por todos".

A Dozhd faz a apologia da invasão russa da Ucrânia e utiliza, por exemplo, mapas com a Crimeia como parte da Rússia e refere-se às forças armadas russas como "o nosso exército".

O ministo da Defesa pediu também a revogação da autorização de residência dos funcionários do canal de televisão. O Serviço de Segurança do Estado da Letónia lançou uma inspeção do canal de televisão.

O regulador já tinha imposto uma multa de 10 mil euros ao canal e agora decidiu encerrá-lo definitivamente. A decisão ainda é passível de recurso, mas é pouco provável que venha a ser alterada.

A polémica começou depois do jornal em direto da noite de quinta-feira, quando um conhecido correspondente da Dozhd [ TV Rain], Aleksey Korostelev, pediu aos telespetadores que enviassem informações sobre soldados russos alistados para uma linha direta que o canal tinha criado meses antes para divulgar irregularidades no esforço de mobilização.

"Esperamos ter sido capazes de ajudar muitos militares, entre outros, com equipamento ou apenas comodidades básicas na frente", acrescentou ele.

A resposta da Ucrânia foi rápida. "Quando os 'bons russos' ajudam os 'maus russos', pode o mundo finalmente compreender que eles são todos iguais", escreveu o Ministro da Cultura ucraniano Oleksandr Tkachenko.

O governo letão, que já tinha relações tensas com jornalistas russos exilados, anunciou na sexta-feira a sua investigação sobre a  Dozhd [TV Rain]. 

O regulador  aplicou a multa e avisou que uma nova infração resultaria na suspensão da licença de emissão da TV Rain.

A TV Rain tem 3,7 milhões de assinantes no YouTube. Entre 18 e 22 milhões de visitantes únicos vêem o seu canal YouTube todos os meses, cerca de 80% dentro da Rússia. Para além disso, tem um canal de cabo em cinco países com grandes populações de língua russa.