Peça de porcelana da China bate recorde de venda em leilão

Uma peça de porcelana, da China, com mais de 900 anos, atingiu um valor de venda, em leilão, recorde. A peça foi vendida, em Hong Kong, por quase 38 milhões de dólares, a um comprador anónimo. O pequeno prato foi fabricado no forno imperial conhecido como Ru Guanyao, da dinastia Song, entre os séculos 10 e 11, segundo a leiloeira Sotheby’s.

Foram precisos 20 minutos de licitações até se fechar a venda:

“Sempre que uma peça fabricada por Ru Guanyao é leiloada, o que acontece muito raramente, há uma luta feroz pela sua compra, porque é o fabricante mais conhecido, mais famoso de todos na história da cerâmica chinesa. Em mãos privadas há apenas quatro peças. São muito raras e já no século 12 muito impossíveis de encontrar”, explicou Nicolas Chow, da leiloeira Sotheby’s.

O anterior recorde pertencia a um pequeno copo imperial, com mais de 500 anos, vendido por cerca de 36 milhões de dólares, também em Hong Kong, em 2014.

A procura por este tipo de peças é grande, daí a escalada dos preços mas também do número de falsificações.
Versão original