This content is not available in your region

"A assassina": um clássico grego transposto para o universo operático

"A assassina": um clássico grego transposto para o universo operático
De  Euronews

<p>“A assassina” de Alexandros Papadiamantis é um dos grandes clássicos da literatura grega. </p> <p>A obra publicada em 1903 acaba de ser transposta para o universo da ópera.</p> <p>“A Assassina” sobe ao palco esta quarta-feira em Atenas.</p> <p>Para o diretor artístico da Ópera Nacional da Grécia, a nova criação é um marco na história da música contemporânea grega.</p> <p>“Até agora, as histórias contadas nas óperas tinham a ver com a Grécia antiga. Estamos muito contentes por esta obra encomendada a Giorgos Koumendakis acrescentar algo novo. Ela combina a criação contemporânea de um western sinfónico com elementos da música grega, em particular da tradição folclórica nacional”, contou Myron Michailidis.</p> <p>A música do compositor Giorgos Koumendakis dá vida a uma história de crime e castigo.</p> <p>“Tenho trabalhado nesta ópera nos últimos três anos. No início, eu tentei sem sucesso, dar um rosto à personagem feminina principal, a assassina. No final, encontrei uma solução através da música. Procurámos a solução durante muito tempo. A minha maior proeza foi ter gostado deste monstro feminino”, contou o compositor grego. </p> <p>A soprano Irini Tsirakidou incarna o papel da assassina.</p> <p>“O comportamento dela é radical devido à sua incapacidade em lidar com as mudanças sentimentais e psicológicas. É-lhe difícil lidar com o ambiente social da época com a situação específica em que se encontra”, explicou a cantora.</p> <p>A obra é dirigida por Vassilis Christopoulos, antigo diretor artístico da Ópera Nacional da Grécia.</p> <p>“Todas as grandes óperas do repertório estão enraizadas e ligadas à história do país, têm um ponto de partida muito específico. Nesse sentido penso que a ópera de Koumendakis respeita todas as condições para se tornar uma obra do repertório operático mundial”, contou o maestro.</p> <p>“A assassina” sobe ao palco na Ópera Nacional da Grécia, em Atenas, de 19 a 26 de novembro.</p>