This content is not available in your region

Versão DVD do filme luso-angolano "Por aqui tudo bem" será lançada a 2 de junho

Versão DVD do filme luso-angolano "Por aqui tudo bem" será lançada a 2 de junho
De  Elza GONCALVES  com LUSA

<p>A versão <span class="caps">DVD</span> do filme “Por aqui tudo bem”, da realizadora angolana Pocas Pascoal, sera lançada a 2 de junho. A informação foi confirmada à euronews pela distribuidora francesa Contre-Allée Distribution.</p> <p>A longa-metragem luso-angolana várias vezes premiada conta a história de duas irmãs angolanas que se instalam em Lisboa nos anos de 1980, para fugir à guerra civil em Angola. O filme está em exibição em França desde 14 de Janeiro com o título “Alda et Maria”. Segundo a produtora Lx Filmes, a obra vai ser exibida na <span class="caps">RTP</span> mas ainda não teve estreia comercial em Portugal.</p> <p>A primeira longa-metragem de Pocas Pascoal conta com a interpretação de Cheila Lima, Ciomara Morais, William Brandão e Vera Cruz. O filme foi produzida por Luís Correia e tem direção de fotografia de Octávio Espírito Santo.</p> <p>“Por aqui tudo bem” obteve vários prémios internacionais: foi distinguido com o prémio de melhor longa-metragem portuguesa de ficção, na 9.ª edição do IndieLisboa – Festival Internacional de Cinema Independente (2012), o prémio de Melhor Filme de ficção no Los Angeles Film Festival (2012), o Prémio da União Europeia no Fespaco-Festival Pan-africano de Cinema e Televisão de Ouagadougou (Burkina Faso), em 2013, e foi selecionado para a secção Open Doors do Festival de Locarno 2014.</p> <p>Pocas Pascoal nasceu em Luanda em 1963 e mudou-se para Portugal, aos 16 anos, quando se intensificou a guerra civil em Angola, tendo regressado à terra natal dois anos depois. Mais tarde, instalou-se em Paris, estudou no Conservatório Nacional do Cinema Francês e, em 2002, integrou-se numa residência de artistas na Cité Internationale des Arts, tendo participado em várias exposições de arte contemporânea. A realizadora fez a primeira-curta metragem de ficção “Pour nous”, em 1998, seguindo-se os documentários “Mémoires d`enfance” (2000), “Il y a toujours quelqu`un qui t`aime” (2003) e a curta-metragem de ficção “Demain sera différent” (2008). Atualmente, Pocas Pascoal vive entre Paris e Lisboa e está a preparar a próxima longa-metragem que conta a história de amor entre um soldado sul-africano e uma angolana.</p> <p><iframe width="420" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/k6UhZCLZ8M0" frameborder="0" allowfullscreen></iframe></p>