This content is not available in your region

"A Escolha": O romance regressa às salas de cinema

"A Escolha": O romance regressa às salas de cinema
De  Nara Madeira  com Reuters

<p><a href="http://www.thechoice.movie/">‘A Escolha’</a> é a nova comédia romântica que chega, na próxima semana, às salas de cinema portuguesas. </p> <p>O filme conta a história de duas pessoas que se apaixonam sendo que uma delas tem uma relação.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="pt"><p lang="en" dir="ltr">See Gabby & Travis' love story come to life in <a href="https://twitter.com/hashtag/TheChoice?src=hash">#TheChoice</a>, in theaters Thursday 7pm: <a href="https://t.co/NEVNdFKIZV">https://t.co/NEVNdFKIZV</a> <a href="https://t.co/0tgJLyNS8A">pic.twitter.com/0tgJLyNS8A</a></p>— The Choice (@TheChoiceFilm) <a href="https://twitter.com/TheChoiceFilm/status/693932327181877250">31 janeiro 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>“A Escolha” fala de amor e das decisões que é preciso tomar, os obstáculos, mesmo os mentais, que é preciso ultrapassar, para que ele vença. Uma película que levanta questões como a traição: </p> <p>“Eu sinto que a vida não é preto e branco. Este filme ajudou-me, de facto, a repensar alguns conceitos, no que diz respeito à traição numa relação, por exemplo, porque ela está numa luta entre a sua cabeça e o seu coração. Ela não quer magoar ninguém, fazer alguém sofrer mas tem de seguir o que lhe diz o coração, ou seja, ficar com este homem e sim, é confuso e louco e assustador mas a vida é assim. É cheia de altos e baixos”, explica Teresa Palmer, a atriz que desempenha um dos dois papéis principais. </p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="pt"><p lang="en" dir="ltr">From the best-selling author of <a href="https://twitter.com/hashtag/TheNotebook?src=hash">#TheNotebook</a>, see <a href="https://twitter.com/hashtag/TheChoice?src=hash">#TheChoice</a> in theaters Thursday at 7pm:<a href="https://t.co/NEVNdG2jRt">https://t.co/NEVNdG2jRt</a><a href="https://t.co/3R2BcNv2px">https://t.co/3R2BcNv2px</a></p>— The Choice (@TheChoiceFilm) <a href="https://twitter.com/TheChoiceFilm/status/693904723003383808">31 janeiro 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>“A Escolha” é baseada num romance de <a href="http://nicholassparks.com/stories/the-choice/">Nicholas Sparks</a>, autor de vários <em>best-sellers</em>, e ‘põe em xeque’ também as diferenças entre homem e mulher: </p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="pt"><p lang="en" dir="ltr">Can't wait to meet everybody at the <a href="https://twitter.com/BNBuzz"><code>BNBuzz</a> signing in Leawood, KS tomorrow night! <a href="https://twitter.com/hashtag/TheChoice?src=hash">#TheChoice</a> <a href="https://t.co/UCReILkR6d">pic.twitter.com/UCReILkR6d</a></p>&mdash; Nicholas Sparks (</code>NicholasSparks) <a href="https://twitter.com/NicholasSparks/status/692151114406445056">27 janeiro 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>“É esse tipo de julgamento que é quase ridículo. Sinto que se a história se passasse com um homem a situação seria diferente. Seria compreensível e eu acho isso ridículo”, adianta Benjamin Walker, o ator que encarna o outro lado desde par romântico. </p> <p>No Brasil, o filme realizado por Ross Katz, chega às salas de cinema já a 4 de janeiro.</p>