This content is not available in your region

As fantásticas invenções de Da Vinci

As fantásticas invenções de Da Vinci
De  Ricardo Figueira  com Maria Piñeiro

<p>Máquinas voadoras e paraquedas, escafandros e bestas gigantes… O “mundo de Leonardo da Vinci”: http://www.theguardian.com/artanddesign/jonathanjonesblog/2016/feb/08/leonardo-da-vinci-mechanics-of-genius-science-museum-london está em exposição no <a href="http://www.sciencemuseum.org.uk/visitmuseum/plan_your_visit/exhibitions/leonardo">Museu da Ciência de Londres</a>. </p> <p>Se muita gente conhece as pinturas do mestre renascentista, os desenhos de modelos mecânicos são menos conhecidos. Há 39 modelos nesta exposição, construídos em 1952, para celebrar o meio século de Da Vinci: “Mostra um aspeto da enorme fertilidade do pensamento de Da Vinci. A enorme capacidade de inventar, seja discípulos na Última Ceia, seja uma máquina voadora. Tem uma imaginação extraordinária”, explica Martin Kemp, professor de História da Arte na Universidade de Oxford.</p> <p>Da Vinci começou com 20 anos a trabalhar na construção da catedral de Florença e foi aí que começou a desenhar máquinas para aumentar a eficiência.</p> <p>A exposição mostra como Da Vinci se inspirou na natureza para ultrapassar os desafios como, por exemplo, voar: “Ele dizia que a natureza é autora das invenções mais perfeitas. Não há nada supérfluo nem nada que falte. Isso não quer dizer que, para criar uma máquina voadora se utilizem penas. É diferente, é preciso adaptar ao ser humano”, diz Martin Kemp.</p> <p>Da Vinci tinha uma visão radical dos desafios, como o mergulho. Com uma máscara, tentou provar que era possível respirar debaixo de água. Criou vários artefactos de guerra, como esta besta gigante que disparava bolas de pedra.</p> <p>Muitos dos aparelhos criados por Da Vinci estavam vários séculos à frente do seu tempo: “Havia uma tendência, no passado, para dizer que Da Vinci inventou tudo, do helicóptero ao frigorífico. Sabemos que ele faz parte do contexto, mas houve outras pessoas a fazer estes desenhos visionários. Se o colocarmos no contexto, é ainda mais extraordinário, porque o Leonardo lendário não é credível”, conclui Kemp.</p> <p>“Leonardo Da Vinci: A mecânica do Génio” é uma exposição que pode ser vista no Museu da Ciência em Londres até ao dia 4 de setembro.</p>