This content is not available in your region

"Elle": o thriller desconcertante de Verhoeven com Isabelle Hupert num registo frio e doentio

"Elle": o thriller desconcertante de Verhoeven com Isabelle Hupert num registo frio e doentio
De  Euronews

<p>Isabelle Hupert é uma figura ambígua no último filme de Paul Verhoeven, “Elle”. A atriz francesa incarna o papel de uma mulher forte, tanto na vida profissional como pessoal, até ao dia em que é agredida sexualmente por um desconhecido, em casa.</p> <p>A protagonista não apresenta queixa, nem chama a polícia e decide partir à caça do agressor sozinha. Uma busca que vai ter um desfecho inesperado. </p> <p>“Elle” é uma adaptação do romance “Oh”, de Philippe Djian e é a primeira obra realizada em França por Paul Verhoeven. O realizador holandês tem uma carreira multifacetada com uma fase americana. Nos Estados Unidos, Verhoeven realizou “Robocop”, “Soldados do Universo” e Instinto Fatal”.</p> <p>“Elle” é um <em>thriller</em> desconcertante, interpretado de forma notável por Isabelle Hupert, num registo glacial e doentio. É uma obra inteligente que nos deixa presos ao estranho percurso das personagens.</p>