This content is not available in your region

Christo propõe que andemos sobre a água: o sonho realizado

Christo propõe que andemos sobre a água: o sonho realizado
De  Euronews

<p>Andar sobre as águas já é literalmente possível. </p> <p>Durante dezasseis dias, o artista búlgaro Christo estende ao público essa possibilidade sobre o transformado Lago Iseo, no norte de Itália.</p> <p><a href="http://www.euronews.com/2016/06/17/walking-on-water-bulgarian-artist-christo-realises-his-dream/">100 mil metros quadrados de um tecido amarelo alaranjado, sustentados por 220 mil cubos de polietileno de alta densidade</a> compõem os “Cais Flutuantes”, em três quilómetros que ligam a cidade de Sulzano às ilhas de Monte Isola e San Paolo.</p> <a data-flickr-embed="true" href="https://www.flickr.com/photos/euronews/albums/72157669787428606" title="Walking on water: Bulgarian artist Christo realises his dream"><img src="https://c7.staticflickr.com/8/7642/27116822934_d2ae5ba0cc_z.jpg" width="606" height="341" alt="Walking on water: Bulgarian artist Christo realises his dream"></a><script async src="//embedr.flickr.com/assets/client-code.js" charset="utf-8"></script> <p>O artista partilha aquilo que a obra é para ele e inclui nela a memória da sua falecida mulher, Jeanne-Claude: “O nosso projecto é todo sobre alegria e beleza. Absolutamente, totalmente inútil, desnecessário. Ninguém precisa dele excepto eu, Jeanne-Claude e alguns amigos. Por isso tem esta absolutamente irracional e inexplicável liberdade que existe porque é isso que é. Não é propaganda, nem mensagem, nada, é só sentimento. Vejam-no, sintam-no, mexam-lhe, tomem todos os sentidos.”</p> <p>As condições meteorológicas não impediram milhares de visitantes de se porem em fila durante horas, este fim de semana, para a abertura da instalação que permanecerá sobre o lago apenas por duas semanas. </p> <p>Para Christo, a duração no tempo da instalação não a resume: “A obra de arte é todo o percurso até estes dezasseis dias. O processo total é a obra de arte, que criou durante por muitas, muitas semanas ou meses ou anos, expetativa, pessoas contra o projeto, pessoas a favor e, finalmente, a obra está instalada.” </p> <p>A cor vibrante do tecido usado fará viagens por tons avermelhados e dourados, dependendo da incidência da luz. O mesmo tecido que cobre algumas das ruas de Sulzano.</p> <p>““Os Cais Flutuantes”“:http://www.thefloatingpiers.com/the-project esperam-se pisados por meio milhão de turistas até dia 3 de julho. <br /> Como todos os projectos de Christo, o acesso é gratuito e acessível 24 horas por dia, dependendo apenas das condições meteorológicas. Christo vai ainda mais longe, estendendo-nos o convite e as águas: “Não há bilhetes, inaugurações, reservas ou donos. Os Cais Flutuantes são uma extensão da rua e pertencem a toda a gente.”</p>