"Les Nuits de Fourvière": O festival de todas as artes cénicas

Festival Les Nuits de Fourvière, Lyon
Festival Les Nuits de Fourvière, Lyon   -   Direitos de autor  PHILIPPE MERLE / AFP
De  Euronews

É num dos monumentos romanos mais antigos de Lyon, o anfiteatro Fourvière, localizado no coração da cidade francesa e classificado como Património Mundial da UNESCO, que o festival "Les Nuits de Fourvière" se realiza todos os anos.

Um lugar único, por onde passam os maiores artistas europeus e mundiais.

A Euronews conversou com Dominique Delorme, o programador e diretor do festival, sobre a génese deste evento.

"A criação deste festival, neste património arqueológico, no local da fundação da cidade de Lyon, foi feita para reconstruir, para participar na reconstrução da sociedade após a guerra. Em 1946, ainda havia cupões de racionamento e a cultura foi apresentada como um elemento unificador na reconstrução da sociedade, com um programa articulado em torno de todos os artistas, quer fosse teatro ou música".

A originalidade do festival está em ter descompartimentado as disciplinas e levado o ballet e a dança ao imenso palco do anfiteatro, como é o caso da nova criação deste ano do coreógrafo Benjamin Millepied e dos seus bailarinos do projeto de L.A.

"Foi criado como um festival de artes performativas, com as disciplinas de teatro e música no início, e ao longo dos anos jogámos esta carta da multidisciplinaridade. Os meus antecessores trouxeram o jazz, o rock, em 1978 um enorme concerto rock/ punk e, desde que eu cheguei, há cerca de vinte anos, trouxemos o circo, pelo que todas as disciplinas das artes do espectáculo estão representadas", afirma Delorme.

O festival "Les Nuits de Fourvière" apresenta anualmente mais de 150 espetáculos para mais de 150.000 espetadores, entre o início de junho e o fim de julho.