This content is not available in your region

Ilhas Maurícias querem atrair reformados

Ilhas Maurícias querem atrair reformados
Direitos de autor  euronews
De  Gorkem Sifael

Eugen Louis Rothen é reformado de origem suíça e mudou-se para as ilhas Maurícias há um ano.

Quando se reformou na Primavera de 2021, Eugen Louis Rothen recordou as "belas férias" passadas na ilha, em 2019. Ele e a mulher decidiram mudar-se para as ilhas Maurícias.

O casal quis ficar a viver em Black River, no lado oeste da ilha. "Para a vida de reformados, penso que é muito agradável viver aqui porque tudo está perto. Temos as montanhas e a beira-mar", disse Eugen Louis Rothen.

Expandi o meu horizonte com a cozinha local. Agora faço a minha própria cozinha suíço-creoula
Eugen Louis Rothen

Além de terem acesso a ginásios e termas, Eugen e a esposa frequentam as várias praias situadas a uma curta distância a pé de casa. "Um lugar muito agradável para relaxar. Todas as famílias locais fazem piqueniques na praia e trazem a sua música. Às vezes, perguntamos-lhes se podemos dançar. Mas, a maioria das vezes, eles chamam-nos para dançar com eles ", contou Eugen Louis Rothen.

A paixão pela cozinha local

A cozinha é uma das paixões do cidadão suíço a viver nas ilhas Maurícias.

“Podemos comprar todo o tipo de produtos aqui, comida de toda a Europa. Há muitas lojas com especialidades diferentes, mercearias italianas, lojas francesas ou alemãs, com a mesma qualidade que numa loja na Suíça; temos queijo italiano original ou queijo suíço. Há comércio em toda a ilha. Não só na capital. Podemos fazer compras em toda a ilha”, explicou Eugen Louis Rothen.

A cozinha local levou-o a experimentar novos sabores. "Expandi o meu horizonte com a cozinha local. Agora faço a minha própria cozinha suíço-creoula", acrescentou Eugen. E concluiu: “Pediram-me para ajudar a cozinhar num hotel muito perto daqui, uma noite ou dois dias por semana. Talvez um dia diremos que já não estamos reformados!”