This content is not available in your region

Segurança no 'cockpit' dos aviões poderá ser revista a nível europeu

Access to the comments Comentários
De  Isabel Marques da Silva  com Lusa
Segurança no 'cockpit' dos aviões poderá ser revista a nível europeu

<p>A <span class="caps">TAP</span> e as outras companhias aéreas em Portugal passam a ter dois tripulantes no ‘cockpit’ durante o voo. A decisão, que segue as recomendações do Instituto Nacional de Aviação Civil (<span class="caps">INAC</span>), foi anunciada pelo Governo, esta sexta-feira.</p> <p>O ministro dos Transportes alemão, Alexander Dobrindt, está a favor da generalização da medida, tendo dito que “o princípio de “quatro-olhos” é bastante correto porque garante que não se verificam situações como esta, em que um piloto impediu outro de aceder ao cockpit”.</p> <p>A questão está a ser colocada por companhias aéreas de todo o mundo depois de ter sido divulgado o comportamento do copiloto do avião da Germanwings, que se despenhou nos Alpes franceses.</p> <p>Um porta-voz da Comissão Europeia disse à euronews que “existem regras em vigor ditadas por várias organizações, incluindo a nível europeu. Agora temos de esperar pelos resultados da investigação em curso para depois se tirarem as lições necessárias”.</p> <p>Em análise está também a avaliação médica dos pilotos, já que no caso a ser investigado parecem haver indícios de doença mental.</p>