Futebol "anti-radicalização" juntou jovens britânicos e belgas

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Futebol "anti-radicalização" juntou jovens britânicos e belgas

<p>Há quase dois anos nasceu na capital britânica a <span class="caps">TUFF</span> FC, um projeto de futebol para apoiar jovens de diferentes origens religiosas e culturais a cultivarem a tolerância, apoiado pela Fundação Unidade de Credos. </p> <p>Alguns desses jovens visitaram esta semana a Projeto Foot, uma equipa do bairro de Molenbeek, em Bruxelas, que também visa combater a radicalização desde tenra idade. </p> <p>O treinador da equipa belga, Azzedine Benfama, contou a sua experiência: “Propuseram-me ir para a Síria e ofereceram-me dinheiro. Eles propunham, na verdade, que matasse em nome de Deus. Eu sabia que isto não era verdade e falei com os imãs de Molenbeek, que confirmaram que isso é falso, é claro que é falso”.</p> <p>O projeto londrino tem sido aplaudido por líderes políticos, tais como o Presidente dos Estados Unidos, e religiosos, tais como o Papa, pelo esforço para fazer com que os jovens se sintam apoiados e não se juntem a grupos radicais.</p> <p>A jovem britânica Iqra disse que “não é apenas uma equipa de futebol, é mais como uma família. É uma espécie de sistema de apoio e deu-nos uma base sólida. Eles ajudam-nos em tudo, dos estudos aos treinos”.</p> <p>O presidente do Parlamento Europeu e alguns eurodeputados foram assistir ao convívio. </p> <p>Londrino e muçulmano praticante, o eurodeputado Syed Kamall salientou a proatividade dos cidadãos de todas as origens.</p> <p>“O que é mais poderoso nestes dois projetos é que a Fundação Unidade de Credos é um projeto local para evitar a radicalização das crianças da zona oeste de Londres e o Projeto Foot, aqui em Molenbeek, é semelhante porque também visa travar a radicalização desta comunidade. Não foram os políticos britânicos, belgas ou eurodeputados, mas as próprias comunidades que encontraram soluções para os seus problemas”, disse Kamall.</p> <p>Neste convívio participaram equipas femininas, tendo ganho a britânica, e masculinas, com os belgas a vencerem.</p>