Acordo UE-Turquia: Bruxelas levanta mais entraves à isenção de vistos para turcos

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Acordo UE-Turquia: Bruxelas levanta mais entraves à isenção de vistos para turcos

<p>Os vistos para que os cidadãos turcos possam circular livremente na Europa não devem ser aprovados tão cedo. Esta é uma das conclusões do segundo relatório sobre a aplicação do acordo União Europeia- Turquia para os refugiados.<br /> O comissário europeu para as Migrações, Dimitris Avramopoulos, explica que o governo de Ancara ainda tem muitos requisitos obrigatórios a cumprir para que os vistos sejam liberalizados”.</p> <p>Recorde-se que o acordo prevê que todos os migrantes que tenham entrado ilegalmente na Grécia desde 20 de Março sejam devolvidos para o território turco. Avramopoulos sublinha que “até agora só 7272 pessoas foram realojadas, muito abaixo das 22.504 acordadas em julho do ano passado, sobretudo vindas da Turquia, Jordânia e Libano”.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="pt"><p lang="en" dir="ltr">Our priority remains continuation and full implementation of entire EU-<a href="https://twitter.com/hashtag/Turkey?src=hash">#Turkey</a> statement <a href="https://t.co/2TUN5uSfip">https://t.co/2TUN5uSfip</a></p>— DimitrisAvramopoulos (@Avramopoulos) <a href="https://twitter.com/Avramopoulos/status/743040327272009728">15 de junho de 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>A reação da Turquia não deve ser a melhor: já esta terça-feira o primeiro-ministro turco ameaçou suspender o acordo, caso a questão dos vistos não se resolva. Binali Yıldırım garantiu que está fora de questão alterar a lei anti-terrorismo do país. “A Turquia não vai mudar nunca as leis anti-terrorismo, mesmo se isso significar o colapso do acordo com a União Europeia em matéria de vistos para a circulação de turcos na União Europeia”, sublinhou Binali Yıldırım.</p>