This content is not available in your region

ONU diz que número de migrantes vai aumentar

Access to the comments Comentários
De  Efi Koutsokosta
ONU diz que número de migrantes vai aumentar

Em todo o mundo, há cerca de 260 milhões de migrantes e o número deve aumentar nos próximos anos.

Dados que levaram a ONU a fazer um pacto global para lidar com as várias dimensões da migração e que deverá ser adotado em dezembro.

A representante especial para a Migração Internacional, a canadiana Louise Arbour, explica os objetivos do pacto.

"A Europa já, mas ainda mais nas próximas décadas, tem interesse em abrir vias legais para o seu mercado de trabalho porque é muito claro que vários países europeus, em dimensões diferentes, vão ter um défice enorme de recursos humanos nos próximos anos."

Louise Arbour sublinha também a contribuição das mulheres migrantes para as economias.

"Penso que o quadro sobre quem são os migrantes não está bem explicado. Eles contribuem, os migrantes gastam 85% do que ganham e normalmente ganham menos do que os trabalhadores nativos, o que é triste mas esperado. Mas eles gastam na comunidade local 85% do que ganham e os restantes 15% enviam para casa. Estes 15%, no ano passado, representaram 600 mil milhões de dólares. Isto é mais do triplo da ajuda que os países ricos enviam aos países em desenvolvimento.

O recente relatório da ONU sobre as Mudanças Climáticas alerta para o risco de catástrofes na próxima década e Louise Arbour sublinha que muitos migrantes são também forçados a abandonar os seus países devido às alterações climáticas.

"Na área das mudanças climáticas faltam cinco ou apenas um minuto para o tempo se esgotar? Os cientistas dizem-nos, felizmente, que não devemos desistir porque ainda não é tarde demais, mas já é tarde e temos de começar já com uma grande mobilização que tenha também impacto nas migrações."

Nome do jornalista • Ricardo Borges de Carvalho