This content is not available in your region

Suécia aposta na mobilidade mista: carro e comboio

Access to the comments Comentários
De  Aurora Velez  & euronews
Suécia aposta na mobilidade mista: carro e comboio
Direitos de autor  euronews   -  

A estrada que atravessa a Suécia de leste a oeste, em direção à Noruega, quer tornar-se num eixo rodoviário mais sustentável graças ao transporte misto.

A Suécia quer reduzir as emissões de CO2 associadas ao tranporte de passageiros num dos eixos rodoviários mais importantes do país. A ideia é aumentar o número de pontos de carregamento de veículos eléctricos nas estações ferroviárias, ao longo da Mittstråket, que significa, literalmente, a estrada do meio.

“Quando viajo é bom poder carregar o carro durante a minha estadia na cidade. É um pouco mais caro comparado com o carregamento em casa, mas não é assim tão caro. São 29 cêntimos de euro por quilowatt hora", disse à euronews Jimmy Anjevall, responsável de uma das empresas que integra o projeto europeu Ladda I Mittstraket.

Os terminais das estações de comboio indicam em tempo real a disponibilidade e a localização dos pontos de carregamento.

O apoio da Política de Coesão Europeia

O projeto europeu tem um orçamento de cerca de 807 mil euros. 50% do montante é financiado pela Política de Coesão Europeia. Estão previstas 85 estações de carregamento e mais de 200 mil utilizadores potenciais que residem ao longo de uma rota de 358 quilómetros.

O conselho administrativo local financia a maior parte da outra metade do orçamento. A Jämtkraft e Sundsvall Energi financiam 7% dos investimentos.

Aumentar número de estações de carregamento nas zonas menos povoadas

O projeto visa assegurar que cada cidadão, mesmo em áreas pouco povoadas, possa beneficiar de pontos de carregamento para carros elétricos.

“O comboio e os transportes públicos nesta área são bons, mas, por vezes é difícil chegar ao destino final com os transportes públicos. Por isso, as pessoas podem precisar de um carro. Queremos dar às pessoas daqui a oportunidade de ter e de utilizar um veículo elétrico, tal como as pessoas que vivem noutras partes da Suécia mais povoadas do que esta”, disse à euronews Henrierra Philip, gestora do projeto europeu

“Eu diria que os principais desafios neste tipo de projetos são a coordenação dos vários processos paralelos com os proprietários de terrenos, a empresa da rede, e as autoridades nacionais de transportes proprietárias das estradas. E há ainda a questão do património cultural. Tudo isso deve ser tido em conta”, frisou Caroline Hildahl, gestora do projeto Jämtkraft Strategi, uma das empresas envolvidas na iniciativa financiada pela UE.

A instalação dos pontos de carregamento começou em Janeiro de 2021 e deverá estar concluída este ano. A Suécia ambiciona fazer da "estrada do meio" um corredor de transporte prioritário a nível regional e internacional até 2030.