This content is not available in your region

JEREMIE: A Europa que ajuda a sua empresa

Access to the comments Comentários
De  Euronews
JEREMIE: A Europa que ajuda a sua empresa

<p>Obter financiamentos – é uma das prioridades no mundo empresarial. A verdade é que existem apoios europeus, como o da iniciativa <span class="caps">JEREMIE</span>, que disponibilizam fundos estruturais para criar ou desenvolver a sua empresa. </p> <p>Foi, literalmente, um avião que fez descolar a Escola de Pilotagem de Malta, criada em 2004. Hoje em dia, esta <span class="caps">PME</span> emprega duas dezenas de pessoas. Através da iniciativa <span class="caps">JEREMIE</span>, os fundadores conseguiram um empréstimo de 350 mil euros. Modernizaram a frota que tinham, investiram o dinheiro na construção de um novo hangar e adquiriram um bimotor. O volume de negócios aumentou 35%. “Graças ao novo avião, podemos oferecer cursos de pilotagem comercial e voo por instrumentos. Ainda o utilizamos para viagens comerciais dentro de Malta e para países vizinhos”, explica o diretor Patrick Fenech.</p> <p>E as coisas não vão ficar por aqui. A ideia agora é investir num segundo bimotor. Mas o que permitiu chegar até este ponto foi o referido empréstimo inicial, no âmbito da <span class="caps">JEREMIE</span> e, sobretudo, as condições inerentes. Segundo Fenech, “a taxa de juro ficou em 1%, e as garantias colaterais em 32,5%, o que é um terço dos empréstimos tradicionais.”</p> <p>Através deste programa, os Estados-membros dispõem de uma parte do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, destinada a facilitar o acesso das empresas a diferentes mecanismos de engenharia financeira. Por exemplo, empréstimos atribuídos por intermediários que recorrem a fundos de maneio. Ian Borg, responsável pelos fundos malteses, salienta que “quando os empréstimos são amortizados, o dinheiro regressa a esses fundos, de forma a que outras <span class="caps">PME</span> possam reutilizá-lo.”</p> <p>Os 10 milhões de euros que Malta dispôs para esta iniciativa foram, assim, multiplicados em 52 milhões, canalizados para o desenvolvimento de outras <span class="caps">PME</span>.</p>