Última hora

O Supremo Tribunal italiano começou, esta quinta-feira, a rever a sentença de 16 anos de prisão do comandante do cruzeiro Costa Concordia que naufragou em janeiro de 2012, ao largo de Itália, provocan
Read full article