Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Lituânia sem governo definido depois de eleições

Lituânia sem governo definido depois de eleições
Tamanho do texto Aa Aa

O Partido Trabalhista do multi-milionário russo Viktor Uspaskitch prepara-se para vencer, em teoria, a segunda volta das eleições legislativas na Lituânia, um dos 10 novos Estados-membros da União Europeia

O partido de Uspaskitch, criado no ano passado, promete a todos um melhor nível de vida, muitos vêm nele uma presença dissimulada de Moscovo. A Lituânia saíu do círculo soviético em 91. Na primeira volta eleitoral, realizada no dia 10, apenas se votou para 77 assentos parlamentares, devido ao método da proporcionalidade. O hemiciclo tem 141 lugares. Os trabalhistas obtiveram 23 dos 77 mandatos parlamentares, a coligação no poder, formada pelos sociais-democratas e sociais-liberais obteve 19 mandatos, os restantes assentos foram distribuídos entre os conservadores e os liberais. Hoje elegem-se os restantes 66 deputados. O actual primeiro-ministro Algirdas Brazauskas, não está parado, mesmo com os trabalhistas à frente, a coligação no governo que lidera pode bem seguir para um novo mandato, dependendo das negociações que se seguirem ao escrutínio.