Última hora

Bush não se deixa intimidar por ameaças de Osama Bin Laden

Bush não se deixa intimidar por ameaças de Osama Bin Laden
Tamanho do texto Aa Aa

George Bush respondeu à mensagem do líder da Al-Qaida, com uma palavra de ordem da campanha republicana, “Os americanos não se vão deixar intimidar”.

O presidente norte-americano reagiu desta forma: “Fui informado do conteúdo do vídeo que está agora a ser analisado pelos serviços de segurança norte-americanos. Vou ser claro. Os americanos não se vão deixar intimidar, ou influenciar por um inimigo do nosso país. Tenho a certeza que o senador Kerry partilha este ponto de vista. Quero dizer aos americanos que estamos em guerra contra estes terroristas e que vamos ganhar.” O candidato republicano que passou a campanha a defender a política anti-terrorista da Casa Branca, é visado pelas críticas de Bin Laden que afirma no vídeo que três anos depois, um novo 11 de Setembro poderá voltar a acontecer se Bush continuar no poder. A difusão do vídeo do foragido mais procurado pela América, poderá no entanto fazer com que Bush possa voltar a desempenhar o papel de defensor da nação, o mesmo papel que propulsou a sua popularidade depois dos atentados de 11 de Setembro.
A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.