Última hora
This content is not available in your region

Israel reforça segurança para preparar eventual morte de Arafat

Israel reforça segurança para preparar eventual morte de Arafat
Tamanho do texto Aa Aa

Assim que o estado de saúde de Yasser Arafat se agravou irremediavelmente, a Autoridade Palestiniana começou a preparar o funeral do líder.Por isso, quando foi decidido inumar Arafat na Muqata, as autoridades israelitas reforçaram o dispositivo de segurança nas fronteiras com os territórios ocupados.Apesar do funeral de Estado ter lugar no Cairo, o corpo do presidente palestiniano será depois trasladado para Ramalá para ser enterrado no seu quartel-general na Cisjordânia.

Uma decisão que é do agrado de Israel, como explica o ministro israelita do Interior Avraham Poraz: “Os palestinianos decidiram que as exéquias fossem em Ramallah, e é uma decisão deles. Só temos de garantir que não haja violência. Mas, na verdade, a responsabilidade pela segurança na área de Ramallah é da Autoridade Palestiniana.” Apesar do distanciamento da questão, o estado de alerta é bem visível em Jerusalém. Uma medida que tenta prevenir eventuais desordens, uma vez que o governo israelita prevê impedir a passagem aos palestinianos de Gaza e cercar diversas cidades da Cisjordânia durante a cerimónia fúnebre.Apenas os deputados da Faixa de Gaza estão autorizados a deslocar-se ao funeral.