Última hora
This content is not available in your region

Indústria diamantífera reúne para analisar novos desafios do mercado

Indústria diamantífera reúne para analisar novos desafios do mercado
Tamanho do texto Aa Aa

O brilho das pedras preciosas continua a ofuscar os felizardos que as possuem.Mas o sector dos diamantes está numa encruzilhada que obriga produtores e vendedores a pensarem muito bem a evolução do mercado e os novos desafios que se colocam.

Por isso, durante dois dias, os líderes da indústria diamantífera vão estar reunidos em Antuérpia para a terceira conferência anual do sector. Desde 1999 que o sector dos diamantes é encarado com desconfiança, depois das acusações de lavagem de dinheiro e de financiamento de conflitos no continente africano. Um sentimento que levou à criação de um certificado de origem, o certificado Kimberley, destinado a garantir aos consumidores que não estão a comprar pedras “sujas”. Desta forma, apesar da crise de confiança, países como a Austrália, o Botsuana ou a Rússia continuam a extrair milhões de quilates das suas jazidas. Entretanto, a procura continua a aumentar. Estima-se que as vendas cresçam cinquenta por cento até 2010. Algo que poderá, a prazo, originar alguns problemas de abastecimento de diamantes naturais. Esta situação acabará eventualmente por penalizar a indústria de extracção e lapidação de diamantes. É que, cada vez mais, há empresas a conseguirem através do método de “Alta Pressão-Alta Temperatura” produzir gemas sintéticas de grande qualidade. Uma séria ameaça à raridade e exclusividade dos diamantes tradicionais.
A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.