Última hora

BCE não vai intervir para conter subida do Euro face ao dólar

BCE não vai intervir para conter subida do Euro face ao dólar
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A descida do dólar face à moeda europeia inquieta os ministros das finanças da zona Euro. Reunidos em Bruxelas, os 12 responsáveis que em conjunto com a Comissão Europeia e o Banco Central Europeu constituem o chamado Eurogrupo, apelaram ontem aos Estados Unidos para que intervenham de forma a refrear uma situação que encarece as exportações europeias.

A declaração de Gerrit Zalm, o ministro holandês das Finanças que actualmente preside o Eurogrupo, deverá dar o tom da reunião que esta semana reunirá em Berlim o grupo dos países mais industrializados do mundo: “Os ministros estão de acordo que uma volatibilidade excessiva tanto como movimentos desordenados das taxas de câmbio são indesejáveis para a retoma económica”. Só no último mês o euro apreciou-se quatro por cento face à nota verde e a valorização está longe de estar concluída. A tensão cambial está a penalizar a Zona Euro cujo ritmo de crescimento da economia foi apenas de 0,3% no último trimestre deste ano. Para já, o Banco Central Europeu não pretende intervir. Washington também não parece querer adoptar medidas para travar a queda do dólar. A situação actual favorece uma economia debilitada pelo défice astronómico assim como pelos efeitos da subida dos preços do petróleo.
A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.