A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Grupos radicais boicotam eleições para a presidência da Autoridade Palestiniana

Grupos radicais boicotam eleições para a presidência da Autoridade Palestiniana
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O sucessor de Arafat na liderança da OLP reuniu-se, em Gaza, com os dirigentes dos principais movimentos palestinianos. O Hamas e a Jihad islâmica anunciaram a Mahmoud Habas que vão boicotar o escrutínio para a presidência da Autoridade Nacional Palestiniana, o que aumenta as hipóteses deste último vir a ser eleito. Em troca, Mahmoud Habas poderá que ter de conceder maior inflência política às organizações radicais. O Hamas, por exemplo, reclamou eleições parlamentares a partir de 2006.

De acordo com Mamhud Zahar, líder do Hamas em Gaza, “todas as partes estão em busca de mecanismos que permitam um acordo final entre todas as facções palestinianas”. Igualmente em discussão esteve a participação do movimento islâmico nas estruturas da OLP. Entretanto o primeiro-ministro israelita, Ariel Sharon, declarou que poderia vir a coordenar a retirada da Faixa de Gaza com as novas autoridades palestinianas, se estas se mostrarem determinadas em lutar contra os grupos armados.