Última hora

Caso Barrot ensombra entrada em funções da Comissão Barroso

Caso Barrot ensombra entrada em funções da Comissão Barroso
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Este é o primeiro dia de trabalho para Durão Barroso enquanto presidente da Comissão Europeia. O antigo primeiro-ministro português elegeu a economia e a coesão social como principal prioridade dos seus cinco anos de mandato. A aprovação do Tratado Constitucional e a eventual adesão da Turquia à União são outros dos grandes dossiês que vai ter entre mãos.

Mas a Comissão Barroso nasce sob o signo da polémica. No dia do voto de investidura o eurodeputado britânico Nigel Farage revelou que o francês Jacques Barrot, comissário dos transportes e um dos “vices” de Durão Barroso, já foi condenado pela justiça, facto que acusou de ocultar ao europarlamento. Barrot foi condenado a oito meses de pena suspensa, em 2000, num processo de financiamento partidário ilícito, mas foi amnistiado pelo que a condenação não consta do seu certificado de registo criminal.
A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.