Última hora
This content is not available in your region

Oposição ucraniana contesta nas ruas os resultados das presidenciais

Oposição ucraniana contesta nas ruas os resultados das presidenciais
Tamanho do texto Aa Aa

Acusações de fraude e contestação nas ruas marcam o anúncio dos resultados das eleições presidencias na Ucrânia, esta segunda-feira.

Descontentes, os apoiantes de Viktor Iushchenko saíram às ruas de várias cidades do país e prometem aí ficar até que se reconheça a vitória do candidato pró-Ocidente. Na Praça da Independência na capital, Kiev, a oposição juntou quase cem mil pessoas. Tal como tinha ameaçado durante a campanha, Iushchenko trouxe os apoiantes para a rua. A oposição ao primeiro-ministro Viktor Ianukovic, vencedor das eleições, acusa o poder de “fraude maciça” e pede mesmo a anulação do escrutínio em várias regiões. As assembleias municipais de algumas cidades, entre elas Kiev e Lvov, pedem ao Parlamento que não reconheça os resultados. Entretanto, proclamaram Iushchenko como presidente e dizem que só obedecem às suas ordens. Durante a tarde Viktor Iushchenko falou aos apoiantes em Kiev. O candidato pró-ocidental disse que na Ucrânia há coisas que não estão bem. Prometeu não ficar calado e pede ajuda aos eleitores para fazer compreender ao governo quenão pode cometer mais erros. Perante a situação, o parlamento ucraniano reúne-se já esta noite de emergência, a pedido dos deputados da oposição. Os serviços de segurança afirmam estar prontos para acabar de forma rápida com qualquer desordem.