A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Caminhos-de-ferro chineses aventuram-se no Reino Unido

Caminhos-de-ferro chineses aventuram-se no Reino Unido
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Uma parte importante dos caminhos-de-ferro britânicos ameaça cair em mãos chinesas. A MTR, empresa estatal sediada em Hong Kong, quer comprar redes de caminhos-de-ferro que cobrem a cidade de Londres.

A empresa chinesa assinou um contrato com a britânica GNER para a exploraqção de um complexo de linhas em Kent, no Sudeste de Inglaterra, que inclui uma parte da grande Londres e também uma linha rápida que vai ficar ligada ao túnel do canal da Mancha a partir de 2007. Estas linhas são, até agora, operadas pela South Eastern Trains. A MTR opera os comboios de Hong Kong, conhecidos pela pontualidade, o que não acontece na Grã-Bretanha, onde a taxa de pontualidade dos comboios é de cerca de 75 por cento. Mais de três quartos do capital pertence ao governo do território. A privatização dos caminhos-de-ferro é vista com desconfiança pelo público britânico, que se tem mainfestado a favor da manutenção destes serviços nas mãos do Estado.