Última hora

Trabalhistas e governo israelita querem coligação para breve

Trabalhistas e governo israelita querem coligação para breve
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Partido Trabalhista e o Likud do primeiro-ministro Ariel Sharon esperam concluir, durante os próximos dias, um acordo para formar uma coligação governamental em Israel.

As conversações iniciaram-se este sábado, depois da comissão política trabalhista ter dado “luz verde” ao início das negociações. Os trabalhistas, liderados por Shimon Peres, não impõem qualquer condição para se juntarem ao governo de Sharon. Peres já se tinha mostrado favorável à união com Sharon, fundamental para fazer avançar o plano de retirada da faixa de Gaza e conseguir a paz na região. Ariel Sharon, por seu lado, precisa dos trabalhistas para evitar a queda do governo e a realização de eleições antecipadas, um cenário provável desde que despediu o seu maior parceiro na coligação governamental, o Shinui. A união entre o Likud e os trabalhistas é vista com bons olhos pela Autoridade Palestiniana, que espera que a mudança relance o processo de paz.
A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.