Última hora

Última hora

Europa em silêncio durante três minutos

Em leitura:

Europa em silêncio durante três minutos

Europa em silêncio durante três minutos
Tamanho do texto Aa Aa

Durante três minutos quase todo o continente europeu prestou homenagem às vítimas da catástrofe no sudeste asiático.

As primeiras imagens chegam de Berlim, na Alemanha, mas na Suécia, na Grã-Bretanha, em França, em Espanha ou em Portugal, o gesto de solidariedade repetiu-se. Em Portugal, alguns serviços públicos, escolas, lojas, e outros espaços suspenderam os trabalhos. Algumas rádios transmitiram música clássica, as televisões mostraram imagens da catástrofe. No entanto, nas ruas de Lisboa a onda de solidariedade que varreu a europa não foi muito notada. Há quem justifique a atitude com esquecimento ou ignorância relativamente à iniciativa. Outros tão pouco sabiam a que horas se observavam os três minutos de silêncio,já que os órgãos de comunicação social anunciaram a iniciativa para as 11 horas de Lisboa, meio-dia em Bruxelas. O governo português resolveu fazer a homenagem ao meio-dia em Portugal. Mas a solidariedade, afinal, não tem hora. Sejam quais forem as iniciativas, é impossível ficar indiferente a uma catástrofe sem precedentes que matou quase 150 mil pessoas. Na Suíça, pela primeira vez desde os atentados de 11 de Setembro em Nova Iorque, as bandeiras foram também colocadas em sinal de luto. Só na Dinamarca não se observaram os três minutos de silêncio, já que o mesmo já tinha sido cumprido no domingo pelos dinamarqueses.