Última hora

Última hora

Zapatero pode iniciar diálogo com ETA se as armas se calarem

Em leitura:

Zapatero pode iniciar diálogo com ETA se as armas se calarem

Zapatero pode iniciar diálogo com ETA se as armas se calarem
Tamanho do texto Aa Aa

Uma fonte do governo espanhol considera que: “existe uma possibilidade de assistirmos rapidamente ao fim da ETA”. Uma informação não oficial mas de fonte segura, emitida por um alto funcionário do executivo de Madrid a coberto do anonimato.

A ETA, através de um comunicado difundido no sítio do jornal basco “Gara“manifestou “uma vontade absoluta de se implicar no processo proposto pelo Batasuna de Alando Otegi em resolver o conflito pela via política e de banir as armas da política basca”. Com a chegada de José Luis Rodrigues Zapatero ao governo, em Março do ano passado, foi anunciada a prioridade de pôr fim a 36 anos de acção armada sangrenta que se saldou em mais de 800 mortos. A ETA, cujo último atentado remonta a Maio de 2003, não terá enviado qualquer proposta ao governo, é o que diz pelo menos Zapatero que desmentiu ter recebido uma oferta de trégua. O que é oficial, para já, é a posição do executivo. Zapatero declarou que estará pronto a ouvir propostas dos representantes políticos da ETA quando a “cessar de vez o barulho das bombas e das pistolas”, e se a organização começar por rejeitar publicamente o recurso ao terrorismo.