Última hora
This content is not available in your region

Astronautas trabalharam cinco horas fora da Estação Espacial Internacional

Astronautas trabalharam cinco horas fora da Estação Espacial Internacional
Tamanho do texto Aa Aa

Os dois astronautas que estão agora a bordo da Estação Espacial Internacional sairam para o espaço numa missão que durou mais de cinco horas. Os astronautas instalaram no módulo russo Zvezda, o braço robótico Rokviss, um instrumento com cinquenta centímetros, instalado com pinças e câmaras de vídeo que será ao mesmo tempo antena e emissor e permitirá realizar pequenos trabalhos fora da nave, sem que os astronautas tenham que sair, podendo ser controlado pelos tripulantes a bordo ou pelo centro de comando da missão na Terra.

Para além do Rokviss, os dois astronautas colocaram ainda no exterior contentores com culturas bacteriológicas para experiências científicas e instalaram e desmontaram vários elementos do programa científico Biorisk, que procura comprovar o efeito da radiação em diferentes materiais. Foram cinco horas e meia de trabalho para o norte-americano Leroy Chiao e para o russo Salizhán Sharípov. Para Sharípov esta missão foi uma estreia; Chiao já participou cinco vezes em missões desta natureza.