Última hora
This content is not available in your region

Tribunal do Texas começa audiências do caso Iukos

Tribunal do Texas começa audiências do caso Iukos
Tamanho do texto Aa Aa

O tribunal de falências de Houston, no Texas, começou esta quarta-feira as audiências do caso Iukos. O tribunal vai decidir se o grupo pode, ou não, continuar sob a protecção do capítulo 11 da lei norte-americana de falências.

O grupo russo pediu esta protecção em Novembro, para evitar que a principal filial, a Iuganskneftegaz, fosse vendida em leilão, o que, mesmo assim, acabou por acontecer. Estas audiências foram pedidas pelo Deutsche Bank, um dos bancos ocidentais que ajudaram o grupo estatal russo Gazprom a concorrer ao leilão. O banco alemão afirma que o tribunal norte-americano não tem jurisdição para julgar o caso, apesar de o director financeiro da Iukos, Bruce Misamore, residir no Texas e de o grupo russo ter uma filial norte-americana. A Iukos alega que tem activos suficientes nos Estados Unidos para beneficiar desta protecção e contra-atacou o Deutsche Bank com um processo. Acusa o banco e a Gazprom de terem participado num leilão ilegal. A hasta pública acabou por realizar-se, apesar de o tribunal do Texas ter ordenado o contrário. A Iugansk foi comprada por uma empresa-fantasma que escondia o grupo estatal Rosneft. Prevê-se que este ciclo de audiências dure dois dias.