Última hora
This content is not available in your region

Festa religiosa no Iraque manchada pelo sangue

Festa religiosa no Iraque manchada pelo sangue
Tamanho do texto Aa Aa

Os atentados estão a marcar a festa religiosa dos xiitas no Iraque. Nas proximidades duma mesquita da zona ocidental de Bagdad um suicida fez-se explodir no meio duma multidão de fiéis que assistia um funeral de uma das vítimas da violência de ontem. O primeiro balanço aponta para três mortos e 37 feridos. Horas antes tinha sido a vez de Baquba, no norte do Iraque, ser palco dum atentado que fez dois mortos e dois ferido. O ataque visou a Guarda Nacional.

Entretanto prosseguem os festejos da Ashura. A celebração assinala o aniversário do assassinato do neto de Maomé, o imã Hussein, tido pelos xiitas como o herdeiro do profeta. Os rituais desenrolam-se sob fortes medidas de segurança. Ontem o dia ficou marcado pela morte de cerca de 40 pessoas, a grande maioria em ataques anti-xiitas na capital e em Kirkuk. Sexta-feira foi o dia mais sangrento no país desde as eleições de 30 de Janeiro que conduziram os xiitas ao poder pela primeira vez no Iraque moderno.
A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.