Última hora

Última hora

Rússia pagou dez milhões de dólares pelas informações sobre Maskhadov

Em leitura:

Rússia pagou dez milhões de dólares pelas informações sobre Maskhadov

Rússia pagou dez milhões de dólares pelas informações sobre Maskhadov
Tamanho do texto Aa Aa

Dez milhões de dólares foi quanto pagou a Rússia pelas informações que permitiram capturar e abater Aslan Maskhadov, o presidente checheno independentista. O montante foi revelado pelos serviços secretos para apoiar a versão oficial, posta em causa pela imprensa.

A morte de Maskhadov foi anunciada a 8 de Março. Moscovo diz que Maskhadov foi morto num “bunker” numa região a norte de Grozny, a capital chechena, quando se opunha à sua detenção. O local foi depois destruído pelas tropas russas. Faltam assim provas para sustentar a tese da imprensa. Alguns jornais falam de uma operação encenada, pois o dito “bunker” não tinha condições para ser usado. Defendem que Maskhadov foi atraído pelos líderes pró-russos, com promessas de negociações. Foi detido, interrogado e morto. O seu corpo não será entregue à família. Foi enterrado em parte incerta o que revolta familiares e activistas dos direitos humanos. Moscovo oferece também dez milhões de dólares por informações sobre Chamil Bassayev. O chefe de guerra checheno, radical, inimigo número um de Moscovo, reivindicou, entre outras acções, os sequestros no teatro moscovita Dubrovka, que fez 344 mortos, e na escola de Beslan, onde morreram 130 pessoas.