Última hora
This content is not available in your region

Acusação pede 10 anos de trabalhos forçados para Khodorkovski

Acusação pede 10 anos de trabalhos forçados para Khodorkovski
Tamanho do texto Aa Aa

O antigo patrão da Iukos, Mikhail Khodorkovski, pode passar 10 anos num campo de trabalhos forçados. Foi essa a pena pedida pelo Ministério Público russo, esta terça-feira, no julgamento do magnata. Khodorkovski é acusado de evasão fiscal e terá lesado o Estado em cerca de 26 mil milhões de dólares, o equivalente a 20 mil milhões de euros.

As alegadas dívidas da Iukos levaram à venda, em hasta pública, da principal divisão do grupo, a Iuganskneftegaz. Esta unidade, agora nas mãos do grupo estatal Rosneft, ameaça processar a antiga casa-mãe e pede uma compensação de cerca de 1,5 mil milhões de euros. Essa soma terá origem em entregas de petróleo, feitas entre Julho e Dezembro do ano passado, que alegadamente não terão sido pagas. A Rosneft tem já um outro processo com a Iukos, onde pede 8,5 mil milhões de euros. Entretanto, nesta guerra de processos, a Iukos tem também uma acção contra a Rosneft e alega que o leilão, feito em Dezembro, foi organizado em condições ilegais.